Botox

O botox, nome comercial da toxina botulínica, é bem conhecido na área da estética, ajudando a reduzir as rugas de expressão e a deixar o rosto com aspecto mais jovem. Mas, além de reduzir as rugas de expressão, você sabia que existem aplicações da toxina botulínica na odontologia?

O botox na odontologia pode ajudar a tratar várias situações, como o bruxismo, as disfunções da ATM e até o sorriso gengival, dando ao paciente mais qualidade de vida (reduzindo as dores e os desconfortos) e até aumentando a autoestima.

Atualmente, na odontologia, a aplicação do botox pode ser realizada tanto para finalidade terapêutica quanto para harmonização facial.

Botox

Finalidades do botox:

  • Apertamento dentário
  • Bruxismo
  • Assimetrias faciais
  • Sorriso gengival
  • Dor de cabeça tensional
  • Hipertrofia do músculo masseter
  • Linhas de expressão faciais
  • Paralisia hemifacial
  • Rugas dinâmicas

Como o botox atua?

A toxina é injetada no paciente e ajuda a paralisar uma parte da musculatura. Na verdade, a toxina produzida pela bactéria Clostridium Botulinumage atua na inibição do neurotransmissor acetilcolina, na junção neuromuscular, provocando um relaxamento mais intenso da musculatura.

O efeito não é imediato e poderá demorar até 15 dias (dependendo da dose aplicada e do tipo de tratamento) para que o paciente obtenha o resultado final.

É valido ressaltar que o efeito do botox tem prazo de validade. Ou seja, depois de alguns meses (que também pode variar de acordo com o tratamento), o paciente precisará retornar ao consultório para uma nova aplicação, já que com o tempo a toxina vai perdendo a sua ação.

Quais são as vantagens do uso do botox?

O botox apresenta algumas vantagens importantes como:

  • ampla possibilidade de uso para tratamento de diversas questões;
  • intervenção que traz resultados rápidos;
  • baixo risco de efeitos colaterais;
  • método reversível (substância age no organismo de 3 a 6 meses)
  • não é agressivo (administrado via injeção)
  • uso seguro (desde que respeitadas as contraindicações);
  • tratamento mais rápido do que os métodos convencionais e com melhores resultados.

Bruxismo

Os pacientes que sofrem de bruxismo costumam ranger ou apertar os dentes de forma não controlada, quando estão dormindo e algumas vezes até acordados. Com isso, é possível ter sintomas como: dor de cabeça, na mandíbula, nos músculos da face e até desgaste nos dentes.

Como esse distúrbio é caracterizado justamente pela contração excessiva da musculatura mastigatória (o masseter), a aplicação da toxina tem apresentado ótimos resultados. Ao relaxar essa musculatura, o paciente sente melhora tanto no ranger dos dentes quanto nos sintomas associados.

Em geral, é possível notar os resultados após duas semanas de aplicação e o tratamento dura entre quatro e seis meses. Depois é preciso retornar ao consultório para uma nova aplicação.

Sorriso Gengival

Em alguns casos, ao sorrir, o lábio superior de algumas pessoas é elevado, mostrando grande parte da gengiva. Essa exposição maior que o normal é chamada de sorriso gengival e, embora a condição não seja um problema de saúde, pode causar muitos desconfortos estéticos.

Entre os vários tratamentos para essa condição está a plástica gengival, um método mais invasivo e que pode necessitar de um tempo de recuperação mais longo.

O uso do botox é uma ótima alternativa e age impedindo ou reduzindo a contração muscular, impossibilitando que a gengiva apareça quando a pessoa sorri. Além disso, a aplicação do botox é temporária e se o paciente não gostar dos resultados, o procedimento é totalmente reversível.

Disfunções da ATM

A ATM (articulação temporomandibular) pode apresentar vários distúrbios, que causam inúmeros problemas aos pacientes, como dores faciais, de cabeça, zumbido no ouvido, dores no pescoço, entre muitos outros.

Muitos desses problemas acontecem justamente pela contração excessiva da musculatura da face, algo que é reduzido com a aplicação da toxina. Se o tratamento for bem orientado, é possível diminuir drasticamente as dores de cabeça, na nuca, no pescoço e na face que acometem esses pacientes.

Lembrando, é claro, que as disfunções da ATM devem continuar sendo tratadas com o seu dentista e o botox age apenas na melhora dos sintomas, oferecendo mais qualidade de vida ao paciente.

Aplicação do botox com finalidade estética

O botox para uso estético é indicado para suavizar as rugas e linhas de expressão do rosto. Entre as linhas tratadas estão as rugas da testa, a glabela (espaço entre as sobrancelhas) e, os pés de galinha, rugas que se formam na região dos olhos.

As rugas aparecem devido ao envelhecimento facial, que ocorre por idade, exposição solar inadequada, má alimentação e tabagismo, entre outros. Mas o fator imprescindível para seu aparecimento é a contração natural dos músculos do rosto, que formam as chamadas linhas de expressão. Por exemplo: muitas pessoas tem o hábito de franzir a testa ao se expressar, mas com o passar do tempo essa contração dos músculos da região gera vincos horizontais na pele. O mesmo acontece com as rugas ao redor dos olhos - resultado da tensão gerada quando sorrimos ou forçamos a vista, por exemplo.

Quando é injetada nessas rugas, a toxina botulínica age como um bloqueador neuromuscular, ou seja, bloqueando a transmissão de estímulos dos neurônios para os músculos, impedindo, parcial ou totalmente, a contração muscular.

No caso das linhas de expressão, o benefício se dá de duas maneiras:

  • De forma preventiva: como a contração muscular é paralisada não haverá a formação de rugas pela movimentação muscular na área em que foi aplicado o botox
  • De forma reparativa: como o botox tira a tensão da musculatura, as rugas, causadas por esses músculos, são amenizadas

Além disso pode ser aplicado para corrigir assimetrias faciais, empinar o nariz e auxiliar no resultado de tratamentos com preenchimento facial.





Entre em contato conosco!

Conheça nossas Especialidades

CONHECER AGORA

Ícone Whatsapp - Fale conosco pelo Whatsapp!